terça-feira, 27 de abril de 2010

O QUE ESTARÁ PARA LÁ DAS GRADES*

Todo o conteúdo deste post, incluindo a fotografia, foi "subtraído" ao blogue Claras em Castelo da nossa amiga Marta. Estou certa que não levará a mal, pois não Marta?

Foto de Jorge Monteiro, tirada O MEU OLHAR - FOTOGRAFIA

Eu.
Grades, ferrugentas, encravadas na pedra retêm-me.
Não sei a razão do meu permanecer, sei que não quero sair, sinto-me bem neste aprisionamento e, de vez em quando, muito de vez em quando espreito para fora sem ver grande coisa que a grade é alta, mas vislumbro cinzentos onde me sinto bem, azuis e é altura de me recolher.
Não quero azuis na minha vida, menos ainda rosas.
O preto reveste-me, a sombra é o meu reino, reino de loucura onde o choro é gargalhada e grito soa como riso e rio, rio, rio demente.
Nem um raio de luz nestas trevas e quando aparece, procuro o carcereiro para o fazer desaparecer.
Ah! Ser carcereiro de mim e não o perceber*

Nome "roubado" da fotografia de Jorge Monteiro

16 comentários:

marta disse...

Obrigado Blimunda.
está no sítio correcto.

beijinho às duas

Blimunda disse...

Beijo para as duas também.

Até amanhã, Saphou!

jama disse...

Já estou a fazer o post. Ai o que eu passei só para encontrar a foto do Hércules, com o cognome de "maioral da Cabrieira".

mac disse...

Jama, NÃO! Por favor.

Só quando a Saphou puder. Por favor.

c/estes k a terra há-de comer disse...

Dasssss, parece o futuro valhacouto de valentim loureiro :)

jama disse...

Ok, Mac. Mas está prometido que, finalmente, depois de andarem tanto tempo a ser enganados com mitos, vão ver quem é o verdadeiro Hércules.

mac disse...

Cá fico à espera da Saphou, Jama, obrigada.
E roidinha de curiosidade, diga-se.

Vai-te catar, c/estes k a terra há-de comer, não percebes nada disto.

Blimunda disse...

E o vento mudou e ela não voltou,...

Blimunda disse...

Bom dia, Saphou.

Mofina disse...

Isto é terapia de choque? Caramba, acho que o Privada, apesar de tudo, era mais eficaz porque uma coisa é dar a matar, outra é dar a deprimir. Sorry, é o que penso...

privada disse...

apesar de fabuloso, faltou o fabuloso, Mofina. por acaso recordando, eramos uma boa ekipa, a crise destroçou-nos, cada escrevemos menos e cada vez escrevemos pior. buaaaaaaaa, estás a ver Bli, essa cena de grades deprime, faz-me logo pensar no fisco

Blimunda disse...

E há alguma coisa que não te faça pensar no fisco e em Sócrates?

Pois, acho que sim: éramos, de facto uma boa equipa. Acho que o tempo no passado diz tudo.

Chegou a hora do adeus, irmãos,
Vamos partir,
No abraço dado em Deus, irmãos,
Vamo-nos despedir.

Partimos com a esp´rança, irmãos,
De um dia aqui voltar
Com fé e confiança, irmãos,
Partimos a cantar.

Era assim, não era?! Fui.

privada disse...

tens razão Blimunda, estou a ficar fanatico.

mac disse...

Vão-se todos catar. São uma boa equipa e o facto de um dos membros da tribo estar temporariamente indisposto não muda os factos. Passados, presentes ou futuros.

Blimunda disse...

São? São? Mas isso é lá coisa que se diga? SOMOS faxavor! Ok! Eu sei que e só uma fase e como somos todos de luas, esta também há-de passar.

mac disse...

Õlha a lua enfarinhada,
Lua cheia redondinha,
'té parece a mó da azenha
Toda cheia de farinha!