quinta-feira, 27 de novembro de 2008

O PIB e a infelicidade

Segundo estatísticas recentes, os portugueses são dos povos mais infelizes da Europa, havendo uma relação directa entre o grau de infelicidade e o PIB. Estamos ao nível de infelicidade da Bulgária, enquanto a Dinamarca transborda de felicidade.
Pelos vistos, a nossa melancolia característica, expressa no fado e na saudade, tem uma causa simples: o PIB.
Segundo a lógica PIBística, se saíssemos da pequena e egoísta Europa e alargassemos os horizontes ao resto do mundo subdesenvolvido, a maioria da população já se seria suicidado. Já nos países nórdicos, seria uma euforia permanente. E contudo...

2 comentários:

Álvaro disse...

Não e não gostar, mas ele levou a mal uma piada que fiz sem intenção, lá no coiso dele e chateou-se comigo.

Funes, o memorioso disse...

O que eu sugiro é que se apague o mundo. Quer dizer, os jornais, as televisões, a internet omitem a existência da Europa, da América do Norte, do Japão e da Coreia do Sul e só nos falam do Ruanda e do Congo. Nós passamos logo a sentir-nos felizes que nem dinamarqueses.