quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O (lícita ou ilicitamentente) Escutado,

Clique na imagem para aumentar, ou veja melhor aqui.

em 1986, na Covilhã, era considerado um provinciano bem vestido. Reparem na beleza da textura do fato, nos colarinhos e na gravata, tudo a fazer pendant com as sapatilhas, a cara e o penteado. Um espectáculo! Nem a tola da Paula Bobone conseguiria competir com este estilo. Mais valia ter permanecido assim e, de preferência, na Covilhã (as gentes da Covilhã que me perdoem).

9 comentários:

saphou disse...

Que lindo. Parece um anjinho. É o Sócrates bom.

Alter Ego disse...

Até a forma como coloca as mãos inocentes.

Alter Ego disse...

Só falta o aro em volta da cabeça, com jasmins.

Blimunda disse...

Faz-me lembrar alguém... mas não me lembro de quem.

Estou aprecisar de drunfs. Acho que coisa não está a ficar famosa.

AR disse...

Deve ter sido quando fez a 4ª Classe.
O moço tem ar de quem teve cunha para a aprovação.

O fato, comprado no barateiro da covilhã, foi primeiramente usado aquando da comunhão solene (falta a fitinha branca e a vela).

CORO COM O INDECORO disse...

"Olha o passarinho: ó palerma"

De menino de coro, a grão-mestre do indecoro.

marta disse...

esta fotografia faz-me ternura, não por ser o Sócrates, mas por ser como qualquer uma das nossas nessas idades
salvo ofensa para alguém

jama disse...

Nessa altura já ele tinha feito a operação à miopia, com raios laser. Antes disso, era muito mais pitosga do que eu e a Saphou juntos. Tinha para aí umas 12 dioptrias. A alcunha que ele tinha era Pitágoras (um nome também grego que, porém, dizia melhor com pitosga do que Sócrates). Bem mais simpática do que aquelas que eu tinha. Não vêem que, na altura em que foi tirada a foto, ele já tinha para aí uns 22 ou 23 anos? Nessa altura já era agente técnico da CM da Covilhã, ainda que em começo de carreira. Tinha de trabalhar. Nunca constou que alguma vez precisasse de cunhas para passar. Eu é que precisava. Mas não as tinha. É a vida!

psst, psst, sra pofessora disse...

O zézito ké ir ao kato de banho fazer xixi...