terça-feira, 2 de junho de 2009

Marinho Pinto não se demite,

tirem o cavalinho da chuva. Pode ser destituído? Posto fora a pontapé? Outra sugestão? Qual?

9 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Matá-lo com uma mocada na cabeça.

SAMARITANO disse...

Processos disciplinares.

Atropelamento e fuga.

Injectar ar nas veias, com sernga vazia, para provocar uma embolia.

Empurrá-lo para a linha numa estação de comboios.

saphou disse...

Samaritano AR, a empresa está próspera? O que tem mais saída? sanitas ou sanheiras?

Blimunda disse...

Deixá-lo terminar o mandato para o qual foi democraticamente eleito?

samARitano disse...

Devia ter assinado: samARitano :)

O negociozinho vai dando pro pitrol e pra bucha, sra dona saphouzita :)

saphou disse...

Acima leia-se banheiras. Vou indo SamARitanto, tendes alguma coisa para a enxaqueca miserável?

privada disse...

Senhores advogados escusam de estar envergonhados, o povo já sabia aquilo que o Marinho disse, contratam-vos porque não há outra hipotese, mas geralmente já vao preparados para o acordo, quer dizer ... hello as pessoas nao sao assim tao parvas.

(Ei moche no privada)

jama disse...

Aquela da forma como a Ordem selecciona quem dá pareceres ficou sem resposta.

jagodes ARtolas, PhD., KBE disse...

Saphouzihna, Amor:

Acabo de perceber o negócio :)

Os xicos-espertos, descobrindo que há safardanas que ludibriam o próximo com urls que dissmulam anónimato, aproveitaram o nicha de mercado publicitário redireccionando o netuten para um recklame de louça sanitária e não para o "NOT FOUND".

Esta admirável pulhice vale um(a) post(a)

Infelizmente, UM DILETANTISMO OCIOSO EIVADO DE PEDANTE E DISPERSA PETULÂNCIA não me consente aprofundar, que seja: mediocremente - o tema, que aqui lhe lego, sem reserva ou condição, livre e alodial, de ónus e encargos, sem contraprestação superstite, ainda que aleatória, quiçá...:)