segunda-feira, 15 de março de 2010

Ordem de trabalhos

Ponto 1: O Raspanete
Enquanto ele ia, de fato e gravata, com o símbolo da monarquia na lapela, embora recém inscrito na JP, para uma festa de aniversário no clube de squash do Porto, ela esfolava as outras no jogo de basquete, em que ganharam 82-8, vindo rapidamente tomar um banho a casa, para seguir com um grupo para o Piolho, tendo passado pelo MacDonalds para satisfazer o estômago e acabando no Gare a dançar música alternativa. Peguntei-lhe se não aproveitou para fumar um charro, mas mostrou-se muito ofendida por a mãe fazer uma pergunta daquelas. -Deves ser a única mãe do mundo que fala desse tipo de coisas a uma filha! Pensas que eu sou quem? Claro que o meu propósito era pedagógico, pretexto para contar a história de uma amiga que num dia de desespero fez uma trip muito má...espero que ela tenha entendido, já que tem 100% a matemática no 10º ano, mas não sabe de cabeça quantos são 5 vezes 750...Por isso, fico sem certezas.
No dia seguinte, ele pregou-lhe O sermão: - tu tem cuidado, vê lá com quem te metes, essas duas amigas novas que agora fizeste, mais alguns tipos do grupo, são muito suspeitos. Vais ao Piolho? Tu pensas que és estudante universitária? Que vás ao Gare, ainda vá, uma vez ou outra, mas se fores ao Via Rápida ou ao Act (e ainda mencionou um terceiro nome que não fixei), deixas de ser minha irmã. Eu sou selectivo, mas sei com quem saio e que posso estar à vontade com os/as meus/minhas amigos/as. Quando eles se desviam, afasto-me. Há quanto tempo não saio com o Leite? Eramos grandes amigos, mas o tipo deu em tolo...
Exibindo uma concepção vitoriana da vida, que desconhecia e depois lhe expliquei, acrescentou: a vida é feita de degraus, enquanto eu subo, tu desces.
E eu? perguntei curiosa. Tu estás ao lado da escada! Nem entraste no átrio. E já agora, mã, não tens juízo, onde é que já se viu falar em drogas a uma miúda, maria vai com as outras, de 15 anos? Só podes estar tola!

Ponto 2: O Cão
-Gostava de ter um cão. Pode ser mã? Nos meus 18 anos. Eu tomo conta dele, prometo. Mas não quero um pamonha como a cadela do Sebesta que se limita a dormir o dia todo, ou a comer. No outro dia até comeu uma caixa de analgésicos.
Gostaria de um cão activo, um pastor alemão. Podemos chamar-lhe Kaiser, ou Blitz...
Nem pensar, um cão polícia bélico cá em casa...e esses nomes estão fora de questão. Tu não devias ser da JP mas do PND...Nunca vi nada mais retrógrado e anti-democrático. Não admira que no teste do Google tenhas ficado entre a Magaret Tatcher e o Hitler, enquando eu fiquei na exacta posição de Ghandi, Dalai Lama e Nelson Mandela.
-Sabes como acabou o Ghandi? E o sabes que o Tibete não tem hipótese, por muito que os fraldiqueiros desejem. Mas deste-me uma ideia para o nome do cão, podia ser Salazar!
-Nem penses!
-E  Bento XVI?
-Ó meu parvalhão, agora dás em blasfemo!
-Então mã! Afinal, é um pastor alemão!

21 comentários:

Privada, o bacoco disse...

Que curte, nao te preocupes, a malta jovem , fashion, nao fuma charros, eles prezam a vida, alem de que se exprimentarem vao achar fraquito face às trips lá de casa :-))))

Privada, o bacoco disse...

Faz a vontade ao miudo, se ele se aborrecer do cão, ou não tratar dele, eu fico com ele

saphou disse...

Em cheio Privada! Onde é que eu posso comprar um pastor alemão bébé?
E as trips cá de casa, são dose de leão...

Blimunda disse...

Saphou, não metas cães dentro de apartamentos. Vais arrepender-te. Desculpa lá o corte, mas vai sobrar para ti e a mim parece-me que já tens que chegue. Tens uma familia adorável.

privada disse...

Oh Blimunda está mesmo a ver ke és do tempo da Lassie, entao o REX estava sempre no gabinete certinho, é tão fixe.

privada disse...

Alias, keres dar uma boa educação dá ao teu filho um cão. Penso ke numa loja arranjas, nao compres um pinche, fogo, tem disturbios sexuais lamentaveis

Blimunda disse...

Mas o Rex é polícia e a polícia anda sempre certinha, quer seja no gabinete quer seja rédea solta. Digo eu cos nervos. ;)

Blimunda disse...

Pá, tenho um canil preparado para o cão há 5 anos e ainda não tive coragem para arranjar um. E tudo por gostar muito de cães.

saphou disse...

Esse é tb o meu dilema, andamos há 10 anos, pelo menos, a dizer que gostamos demasiado de cães para os ter em apartamentos. Mas ele agora passa muitas horas a passear os cães dos amigos e das amigas, que vivem em apartamentos, pela rua e na praia.

saphou disse...

Que diria Maurício Funes português, mais conhecido por JG, um ser de inteligencia superior como só os Cardosos têm? Ao Funes nem pergunto, o tipo escafedeu-se cá de casa, nem visita rapida.

privada disse...

Está bem, mas encaro a relação de outra forma, mais leve, parto do principio que o meu cão não é rancoroso, nem pensa mal de mim, kd me eskeço de lhe dar de comer, ou kd nao me apetece passear, sei k ele sabe ke sou eskecido e gosta de mim assim.
Tbm quando ele faz buracos, parte tudo, me arrasta pelos candeeiros, eu tbm nao penso ke ele faz isso para me chatear, mas sim porke é um cão loiro e burro, e eu gosto dele assim.

ainda no sabado lhe li N de poesia, ele deliciado a ouvir-me ao sol, temos momentos unicos na nossa relação

Blimunda disse...

Pois, mas é que eu tenho muito espaço para o ter á solta. Mas também tenho uma aventesma que acha que os cães têm que estar presos sempre e serem libertados apenas para brincar com os donos.

Não me atrevo a aventar seja o que for sobre a elevadíssima opiñião de Sexa Doutor Mauricio Funes. Da ultima vez que apareceu foi-se embora ca telha. :) Vamos a casa dele perguntar-lhe?

privada disse...

essa do apartamento é uma visão um pouco aldeã, ke tbm ja tive, constato de experiencia feita, ke akele ideal de o cao estar solto no kintal nao existe, tem ke estar da mesma forma preso, acho ke estava mais solto no apartamento, do ke preso na corrente do kintal. o ke é certo é ke no kintal tbm tem ke estar preso, faz o triplo das asneiras do ke dentro de casa, onde dorme e ve televisão

privada disse...

Blimunda, estou do lado da avantesma, simplesmente nao dá para estar solto, talvez kd for velhinho

Blimunda disse...

Pois, talvez...mas tenho pena do animal. Que queres que me faça?

Privada, o bacoco disse...

Tens ke exprimentar, não é bom ter pena, pode ser ke as percas.
Olhem nao kerems fazer um concurso as melhores letras à Abrunhosa?

Nao vale entrar os putos, arrasam ja connosco

Blimunda disse...

Vamos nessa. Link?

Privada, o bacoco disse...

Desta vez era um concurso para nós, para evitar que depois nos cobrem 20 euros por aparecermos no disco :-))))))))))
Votem lá cada um no seu blog, ja fiz uma pá está um arraso, agora vou por os oculos

jama disse...

Nem pense arranjar um cão. A melhor prenda que poderia (e deveria) ter dado aos pequenos, mas em devido tempo, era um gato. Mesmo assim... só não se preocupasse com sofás e cortinados rasgados, móveis riscados, teclados de computador sem algumas das teclas, etc.. Se já não se preocupa com nenhum dos objectos que tem em casa, arranje um cão. Assim, quando tiver deixado de ler algumas páginas das teses de mestrado, sempre pode dizer que o Rex (o Max, o Piloto, o Bolinhas) as comeu.

privada disse...

Tenho uma amiga ke arranjou um bébé, e agora anda sempre com a desculpa que ele lhe rasgou os mapas, que entornou a sopa nos relatorios, que nao pode reunir porque o diabinho abriu a água e causou uma inundação.
Outra arranjou um namorado entao nao pode vir às noitadas pore o gajo suja a casa, porke tem ke fazer comer, oh pá

marta disse...

Os cães, são só perigosos quando os donos o são, digo eu que tenho dois pastores alemães, que adoram as crianças e que percebem quando elas têm medo e se deitam aos seus pés.

O pastor alemão precisa de correr e fica muito infeliz sem os donos.
Nada de o deixar sozinho em casa.

beijinho