quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Companheiros solitários permanentes há seis dias, apesar de separados por dezenas de portas

Eu já uivo
E o cão chora

5 comentários:

Blimunda disse...

Uivemos, disse o cão.
Livro das Vozes

Esta frase está escrita na contra-capa do livro que anda dentro do meu saco. Acho eu ando a ler uma espécie de ensaio sobre a loucura.

Não tens o número de telefone da vizinha, pá? Manda-lhe o elefante dançante das 3 da madrugada dentro de uma caixinha com enfeites de natal.

Mofina disse...

Afogue-se o cão...

marta disse...

A isso chama-se aprendizagem globalizada

Blimunda disse...

Saphouuuuu, o cão ainda pia? E a temperatura sobe ou desce? Aqui (lá fora) está um sol de encher a alma.

Blimunda disse...

Vem para a rua.