terça-feira, 12 de maio de 2009

Cabeças-de-lista propostos por Saphou para as Europeias

Seriamente preocupada com a abstenção, venho propor a renovação dos candidatos cabeças-de-lista, para que as eleições europeias sejam um sucesso entre nós, e os Eleitos partam a loiça no Parlamento Europeu, a bem da Nação. Disponho-me a moderar o debate televisivo, que será êxito garantido, atendendo à qualidade dos candidatos e da moderadora. Nada que se compare àquela porcaria de ontem à noite que me causou pesadelos.

CDS/PP- Arlindo do Rego
PSD- Funes, el memorioso
PS- Privada
CDU-Blimunda
BLOCO DE ESQUERDA- Jorge C.
MEP- Mofina Mendes
POUS- PBL
PCTP/MRPP- RPS ou JG (a escolher por sorteio)
PNR- O que perder o sorteio acima referido
MPT- mac
PPM- Dom Sebastião
PEV- BemVindo Minhocas
MMS- M & Ms
Que a zaragata comece.

118 comentários:

Blimunda disse...

Não me faça rir Saphou!!!!

saphou disse...

Pare de rir e comece a mostrar ao povo o seu programa eleitoral, faxavor.

Funes, o memorioso disse...

Pois bem, uma vez que se trata de eleições europeias, começo pelas minhas propostas para o país. E começo pelos símbolos. As minhas primeiras propostas são:
1- Mudança da bandeira nacional, que passará a ser a da monarquia sem a coroa;
2- Mudança do hino nacional, que passará a ser o Hino da Maria da Fonte e não a horrível "A Portuguesa", plagiada de "A Marselhesa", ultrapassada nos seus valores e destrambelhada nos seus propósitos (só estúpidos e dementes marcham contra canhões);
3- Mudança da capital do país para Tomar, cidade mais central e de maior e mais relevante simbolismo na construção da identidade nacional.

UMA ADMIRADORA DE CÚ GRANDE disse...

Funes, um líder para a Nova Europa!
Tem de imediato o meu voto e, como sou cacique, de todos os que moram aqui na frequesia de A-da-Gorda.

jorge c. disse...

Eu não quero ser do Bloco de Esquerda. Eu nem sequer me revejo em nenhum partido nacional. Criarei portanto um novo partido: o Partido da Acção Conservadora.
As minhas propostas são:
1- Encerrar a acção de Bolonha nas Universidades e procurar um programa que não reduza a educação para ajudar à mobilidade europeia. Mobilidade sim! Tecnicização do ensino não!
2- Acabar com o programa Novas Oportunidades e iniciar um novo programa de promoção dos cursos tecnológicos a partir do 10º ano estabelecendo protocolos obrigatórios com empresas privadas e juntas de freguesia.
3 - Punir sem misericórdia todos os agentes poluentes da flora e fauna europeias com multas que nunca poderiam ir abaixo dos 100 mil euros.
4 - Estabelecer uma política de emigração comum.
5 - Estabelecer protocolos culturais entre as várias autarquias. Em vez de se andar a brincar às cidades geminadas fazer algo que transportasse efectivamente a cultura dos povos e os aproximasse. Para além de fomentar o trabalho na classe artística.
6 - Fechar a França que ao longo dos últimos 3 séculos só nos tem trazido chatices.
7 - Acabar com as excessivas normas de higiene e promover os produtos regionais, sempre com uma fiscalização rigorosa mas nunca alterando os produtos.
8 - Retirar da Constituição a proibição de apologia ao fascismo e a proibição da extrema-direita por configurar uma discriminação face aos movimentos de extrema-esquerda.
9 - Proibir a organização política e social de extrema-esquerda.
10 - Acabar com todo o tipo de quotas.

APOIANTE INCONDICIONAL disse...

Já ganhou, já ganhou, Jorge C. ao Parlamento, acabar com o excremento! Fechar a França ou implodi-la é a melhor ideia que alguém poderia ter.

saphou disse...

Jorge C., mas o BE assenta-lhe como uma luva!

jorge c. disse...

A mim? Poça! Eu sou um Marcelista, Saphou!

Blimunda disse...

Peço perdão se ofendo mas eu pensei que isto era a sério. Não, mil perdões mas os ilustres colegas estão a brincar com os cidadãos europeus mais a sul.

Blimunda disse...

Primeira e única proposta:

- Que seja obrigatório que os deputados façam sexo entre si pelo menos duas vezes por dia e dentro do parlamento, para que assim percam a vontade de f**** aqueles que ficam cá fora.

claras manhãs disse...

O meu voto vai para a Blimunda.
A melhor proposta até agora.

claras manhãs disse...

Excelente ideia Saphou!
risos
Obrigadinho por ter lavado o carro mais uma vez

Nuno Almeida disse...

Dá a impressão que o jorge c já andava a pensar nisto há uns tempos!

Nuno Almeida disse...

Já agora, falta um partido à lista.
O MMS. Pelos vistos é novo!

jorge c. disse...

Bem, queremos executar um mandato político ou queremos dizer piadolas brasileiras de e-mail? É que se assim for eu também tenho 2 ou 3.
Sejamos sérios!

jorge c. disse...

Pelo menos desde os 16 anos, Nuno Almeida!

Saphada disse...

Jorge C. a comissão de eleições reuniu e aceitou a criação do novo partido que propõe. A ideia de fechar a França, entre outras, agradam-nos.
naturalmente que a Saphou é uma brincalhonna e está farta de saber que O Jorge C. é de direits, por isso lhe deu o BE. Será multada.
Blimunda, defina melhor em que termos é que podem fazer sexo uns com os outros: por ex: Arlindo do Rego com BemVindo Minhocas?
Em nome da Comissão Eleitoral,
Saphada

Mofina Mendes disse...

Como cabeça de lista do MEP, garanto desde já que:

1.º A siesta será obrigatória.

2.º Portugal passará a ser Capital da Espenha.

3.º Reforma por inteiro a partir dos 30 anos.

A ESPERANÇA EXISTE, VOTEM EM MIM!

saphada disse...

Nuno Almeida, quererá integrar o BE, que ficou sem candidato?
Pela comissão eleitoral
Saphada

Blimunda disse...

Com a minha eleição, haverá sexo SEM TERMOS! Far-se-á com e como bem se entender! O Sexo será livre à semelhança do do Verão de 68, seguido de imediato de todas as estações de 69.

Já agora, Arlindo do Rego poderá "alternar-se" com todos os seus heterónimos, of course! Há criaturas que deliram com essa auto-proeza.

saphou disse...

Eu voto na Mofina, Olé!

jg disse...

Devo depreender que a querida Saphou me considera, conjuntamente com o RPS, um rezingão de primeira água.
Pois desengane-se se pensa que me ofende.
Pela parte que me cabe, aceito o pelouro sem discussão.

saphou disse...

A Blimunda está demasiado ousada, o seu partido requer mais recato.

saphou disse...

Não quer o BE, que acabou de ficar vago?

saphou disse...

A oferta é para JG.

jg disse...

O meu programa eleitoral fica remetido, por agora, ao mais profundo silêncio.
Suspeito que alguns candidatos, sem vergonha, a ele se adesivariam como seus mentores.

Blimunda disse...

O meu partido foi Vossemecê que mo atribui. Considere-me uma dissidente! Se bem que, pense bem, acha mesmo que está fora dos manuais?

jg disse...

Descarto qq hipótese de me sentar à mesma mesa da candidadta Blimunda.
Se alguém não percerber porquê, ela esclarecerá a minha pertinência.

jg disse...

Não aceito representar o BE.
Nem nada que me lembre o/a sídrome das vacas loucas.
Haverá certamente candidadtos/as com mais perfil para o efeito.

Blimunda disse...

Além de que, para já, sou a única que já tem 1 voto. Bem haja Minucha! Vai ver que não se arrependerá. Mais tarde mande-me o seu NIB.

Blimunda disse...

Não há crise JG. Podes sempre sentar-se no chão. O mobiliário agradece.

jg disse...

Antes que a Blimunda se adiante com algum dislate, fica desde já lavrado em acta que a minha recusa em dialogar com ela se prende unicamente com o facto de eu não ter paciência para Carmelindas Pereiras.

jg disse...

Cheguei tarde. O dislate adiantou-se.

jg disse...

E o esclarecimento também.

Mofina Mendes disse...

Tb já tenho 1 voto, ó Bli, e não me chames estercolama!!!

Mofina Mendes disse...

Sua grandessíssima Odete...

jg disse...

... Flor!

Blimunda disse...

Caros colegas, se pensam que é por essa via que me derrotam estão completamente equivocados. O insulto é o argumento por eleição dos derrotados.

jg disse...

Vou lá dar troco a quem diz "Podes sentar-se..."
O candidato das feiras, é o Paulinho.

jg disse...

Cá para mim a candidata Blimunda já está a armar-se em Vital Moreira!

privada disse...

É , pois e eu manda-me lá só assinar não é?
Eu ke tinha um programa fabuloso sobre a cor dos cabos das facas nos restaurantes, sobre a lei do tabaco, sobre a agricultura e a pesca.

Blimunda disse...

Uma comparação sem qualquer fundamento. Dissidente mas não tanto! Além de que tenho uma grande falha no meu curriculum - nunca dormi com a Zita Seabra.

jorge c. disse...

O problema da política é um bocadinho este. Perdem-se em discussões vaidosas que acabam em ataques pessoais. Depois vai-se a ver o fundo das propostas e não passam de inconsequentes planos adolescentes!

Blimunda disse...

Olha o Dr. Jorge C. ainda não se tinha apercebido que estavamos a fazer política e campanha eleitoral. Pensava que estavamos a fazer o quê Doutor?

Blimunda disse...

Ah pois! Tinha-me passado ao lado. O Douto Jorge C. quer re-estruturar a geografia mundial e exterminar a extrema-esquerda ao mesmo tempo que dá vida longa à extrema-direita. E a quem propõe que doemos o território francês?

privada disse...

É assim, começo com o meu programa para a educação:

- Acabar com os tristes que reclamam contra o Bolonha, obriga-los a apresentar trabalhinhos quinzenalmente, a fazer pesquisas nas empresas e avaliação continua e mais, acabar com a merda dos cadastrados academicos, ou faz o curso em 3 anos , ou só lhe é permitido estudar se trabalhar! Mobilidade sim! Envelhecimento durante o ensino não!

- Acabar com o partido socialista, desmancha-lo todo, antes que se tornem sociais facistas.

- Obrigar a maltazinha jovem sem emprego na cidade e a passar fome, a cultivar e a ocupar as terras do interior, formando empresas e negocios posperos.

- Acabar com a porcaria da retenção do IVA das duplas tributações, PEC e anunciar o defice com as decimais todas e em referencia ao PIB.

- Obrigar os emigrantes a voltar para Portugal, e mais nada, cá é ke se está bem.

- Restaurar o centro historico do Porto, patrimonio da humanidade, ao abrigo de um projecto europeu.

- Tornar o Porto Capital do Norte , uma só cidade um só país!

- Abrir as casas de banho publicas do Marques.

- Trazer os U2 ao parque da Cidade, e rentabilizar o Dragão com grandes espetaculos em parceria.

- Um ferryboat e teleferico para o Porto, nem ke seja o de Guimarães;

- O Porto ter poder para dinamizar, Braga Vila Real Familicao, com o seu Know how e parcerias.

- A universidade do Porto a universidade 1ª deste país!

- Tou cansado fogo, logo continuo

Anónimo disse...

terra queimada.

Blimunda disse...

Privada, enganaste-te nas eleições. Estas são as europeias e não as autárquicas, porra!

Nuno Almeida disse...

Muito obrigado, mas parece que defendo a candidatura do jorge c.
Ele ganhou o meu voto com os 2 primeiros pontos do manifesto!

privada disse...

Despedir 1/3 da função publica para que o PS nao ganhe mais eleições

Que os programas eleitorais sejam contratos publicos

Separação dos 3 poderes, mas separação mesmo, u em Inglaterra outro ca e outro na Venezuela

Obrigar os partidos a formar empresas legais e a pagar impostos
e a ter seguros de responsabilidade civil

Impedir ke malta com menos dos 12º ano vote

Impedir ke acamados, emigrantes com a 4ª classe e gaijos mortos vao as urnas ou sejam militantes

Acabar com as militancias

Vou me embora mas volto pa assinar

privada disse...

(blimunda eu vou lá mas é aki ke kero estar, ja pareces os jornalistas)

jorge c. disse...

O Privada acha que a capacidade eleitoral se prende com as habilitações literárias e que o país se resume ao Porto!
Não digo mais nada!

Bilmunda, a Saphou chamou-nos para sermos diferentes, não foi para fazer promessas sexuais sem qualquer benefício de facto para os cidadãos.

Mas é natural que os que chegam aos cargos políticos hoje vejam assim a política. Foi do mau exemplo que tiveram. Olho-os com pena!

Blimunda disse...

E acha, digníssimo colega candidato, que prometer sexo no parlamento e, assim, manter os nossos deputados felizes não trará grandes benefícios para os cidadãos? Engana-se meu caro Doutor. É do conhecimento geral que um homem e uma mulher sexualmente felizes são pessoas inexcedivelmente capazes a vários níveis. Não me diga que discorda. Além de que, sinceramente, não vejo qualquer sensatez em algumas das suas propostas. Excluem-se da nulidade duas ou três.

Maria disse...

Ainda não tenho orientação de voto e estou aberta a negociações. Até posso fazer umas listinha das minhas necessidades mais prementes... e de familiares também, claro... e de amigos...

jorge c. disse...

Minha cara, a identidade, a escolha e a partilha da sexualidade é algo que deve ser reservado à sua privacidade e não deve ser exposto por motivos eleitoralistas. A liberdade sexual é algo que não parte de uma decisão política nos dias de hoje. A imposição da liberdade sexual é fruto do desrespeito pela liberdade dos cidadãos. Ela é, portanto, paradoxal.

Quanto à nulidade das minhas propostas se calhar é por isso que somos adversários. Mas o eleitorado fará as suas escolha entre um conjunto de propostas válidas (as minhas - que é para lhe poupar o incómodo da subversão) e uma proposta populista e arruaceira!

jorge c. disse...

Maria? És tu, Maria?

Funes, o memorioso disse...

Constato que todos os outros candidatos ainda têm que comer muita papa Maizena para me chegarem aos calcanhares.

jorge c. disse...

Funes, equiparar-se a Manuel pinho diz muito de si e do trabalho que se dispõe a fazer!

AR - PARTE 1 disse...

Qualquer program que venha a apresntar terá estas iluminações de humanidade, esclarecida:

1 - Não mexer no que está quieto (quieta non movere).

2 - Roma e pavia não se fizerm num dia

3 - O que não se faz no dia de santa Luzia, faz-se noutro dia.

4 - Nem mais um imigrante das ex-colónias. Trabalhar é bom para o preto, lá na terra dele. Em resumo: cada macaco no seu galho.

5 - Imigrante sem pão, vira ladrão.
Preto sem pão, não vê branco como irmão.

6 - O patrão gosta do empregado e este é inimigo do patrão. O empregado não morde se não puder, mas não cospe na gamela enquanto dela come.

7 - Somos iguais na diferença, mas diferentes na igualdade.

8 - O fato e gravata é racista para o fato-macaco. E vice-versa O macaco do fato e gravata não casa com o fato-macaco.

9 - A prova que Deus gosta dos ricos é ter dado tanto a tão poucos. Quem do seu não cuida, o diabo o leva.

10 - Deus criou o rico para ques te dê o pão a ganhar ao pobre. M mãe amamenta o filho, enquanto o patrão alimenta o filho da mãe e mais e sua família

11 - Quem é pobre não tem vícios, nem crédito. O descrédito espanta os vendedores do vício.

12 - Nada há de pior do que pobre e mal agradecido.

13 - não jogues as peras com teu amo, que ele dá-te as verdes e colhe as maduras. Há horas de coruja e horas de falcão

14 - A prequiça morre de fome. Juventude ociosa, velhice vergonhosa. Mãos ociosas fazem casa ao diabo. Os desgraçados não têm piedade

15 - Os filhos dos pobres deviam trabalhar desde os 3 anos de idade, para não decaírem na miséria, mais tarde (dixit: john locke, dixit)

16 - Gosto de pessoas de qualquer raça, mas não gostava de ser dono de uma. Evito em investir em coisas que consumam ou careçam de reparação.

17 - As cadeias de alta segurança deviam ter daquelas rodas que tem as gaiolas de ratos, mas ligadas a um gerador de energia que desse choques se paradas por mais do que algumas horas.

18 - Política criminal do Estado para a alta delinquência: não fazemos prisioneiros, mas sim sabões e alta marroquinaria.

SEMPRE TUA disse...

AR arruma-vos a todos.

jorge c. disse...

AR não tem autoridade moral para falar! Pergunte-lhe pelos cartões!

Blimunda disse...

Tiro o chapéu a AR. Apostou no discurso certo, para o eleitorado certo. Papalvos!

Doutor C, agora não tenho tempo para lhe responder. Vou para a cama!!!

SEMPRE TUA disse...

Os cartões, querido?

saphada disse...

Estamos sem candidatos pelo Bloco de Esquerda. Algum voluntário?
Pela Comissão Eleitoral
Saphada

Anónimo disse...

O utente, apresentou-se, ao romper da aurora - e pediu o suspirado cartão, ao fim de um par de horas na filazinha e sem (c)unha.
Ao fim, esfusiante, agradeceu.
Eu respondi: de nada.
Porque, enfim, não foi mesmo nada.

Lá diz o povo: deus ajuda a quem cedo madruga...

saphou disse...

Querida Claras, em sabia que a sua horta estava necessitada. Mas só lavei os vidros. Se quiser chuva a sério, é só pedir.

Anónimo disse...

Se AR é corrupto, fica com os votos todos.

Maria disse...

Olá jorge c., sou eu sim.
Estás a precisar de votos?

jorge c. disse...

Eu lá preciso de votos! Eu quero é saber de ti!

mac disse...

Depois de ouvir estes meus pares, tenho-vos a dizer o seguinte:
Se eu ganhar esta tanga, fico por cá e não faço nada. Se eu não ganhar esta tanga, apareço todos os dias no telejornal e infernizo-vos a vida a dizer disparates.
Portanto, votem em mim, que é melhor

Blimunda disse...

Promessa feita é promessa cumprida, daí a minha resposta ao Exmo Senhor Doutor C., digníssimo Candidato Independente, diz ele, cos nervos.

Pois meu caro Doutor C, relativamente à exposição que se dignou devolver a algumas das minhas afirmações, devo dizer-lhe que paradoxal é aquilo que o Vexa acabou de escrever. “Imposição de liberdade sexual é fruto do desrespeito pela liberdade dos cidadãos”. Não estou a ver onde é que neste pressuposto existe desrespeito pelos cidadãos. Pergunto: se entendermos que liberdade sexual é, e passo a citá-lo, “a escolha e a partilha da sexualidade como algo que deve ser reservado à sua privacidade e não deve ser exposto por motivos eleitoralistas” não estamos senão a impôr aos cidadãos que vivam a sua sexualidade com a escolha e a partilha de forma reservada à sua privacidade. E se os cidadãoes entenderem que serão mais felizes e mais livres se exercerem a sua sexualidade em público e se a exposerem da forma como melhor entenderem ao mundo? Ora, de acordo com o que Vexa afirma, liberdade sexual é algo que não parte de uma decisão política nos dias de hoje, logo devo daí depreender que não devemos impôr limites por motivos políticos e, muito menos, eleitoralistas sob pena de estarmos a violar a liberdade sexual de cada um. Meu caro, liberdade sexual é uma utopia como todas as liberdades. O que o Doutor, talvez quisesse dizer é que impôr por decisão política a determinados indivíduos a obrigação de praticar sexo em determinda altura e num determinado local seria uma forma arrogante e de pouca conveniência social, pouco populista, ao contrário do que lhe chamou, de se impôr comportamentos sexuais. É evidente que se assim o tivesse exposto, eu não teria alternativa senão concordar com o Senhor Doutor. Como não o foi, não posso oferecer a minha concordância às suas alegações.

privada disse...

Eu ganho sem dizer nada tipo cheque em branco, Jorge C. desenhua-se em promessas k não poderá cumprir, eu limito-me à realidade não engano ninguem. O monarquico Funes, é simpatico mas não tem hipotese.

Farei coligação com a Blimunda

Anónimo disse...

Privada e Blimunda estão bem posicionados.
Mas e o BE? Não tem candidato! Alguém pf!

Blimunda disse...

Privada, não te esqueças que se ganhamos em coligação temos que dar o exemplo e pôr em prática a minha proposta. Eh pá, eu nunca experimentei mas a bem da europa mais a sul estou disposta a todo o tipo de sacrifícios. Para tudo há uma primeira vez!

jorge c. disse...

Bilmunda, as voltas que tentou dar ao seu erro reflectem-se na contradição do seu discurso em dois parágrafos.
É que a imposição de um comportamento é por si só um atentado à liberdade. Se o cidadão quiser praticar actos relativos à sua sexualidade em público isso é lá com ele (ou não se configurar atentado ao pudor) não tem de ser uma imposição sua. A Bilmunda acha-se no direito de definir o comportamento sexual das pessoas e interferir naquilo que faz parte da sua privacidade. So much for a free spirit! De, resto não estou a dizer nada que não tivesse dito antes, sendo que até a Bilmunda encontra falhas no seu próprio discurso.
Estamos conversados, portanto!

Blimunda disse...

"Se o cidadão quiser praticar actos relativos à sua sexualidade em público isso é lá com ele (ou não se configurar atentado ao pudor) não tem de ser uma imposição sua".

Não tem que ser um imposição minha se eu não for governo e,´legitimamente, potencial legislador. Ou achará o Doutor que quem decide o que é ou não atentado ao pudor são as freiras aí do convento de Mafra?

Diz o Doutor que a imposição de um comportamento é por si só um atentado à liberdade. Concordo. Se reler o meu comentário verá que escrevi que a liberdade sexual é uma utopia assim como todas as liberdades. Diga-me o Doutor, se for capaz, em que sociedade é que os comportamentos não são impostos.

jorge c. disse...

Bilmunda, não queira dar à volta ao disparate que disse! Está dito! Foi irreflectido e agora vê-se confrontada com ele. Pode assumir isso que ninguém a leva a mal.
A Bilmunda provavelmente olha para o atentado ao pudor como uma coisa de freiras. Muito bem! A sua noção de sociedade é cada vez mais atractiva!

Blimunda disse...

Vamos lá ver se nos entendemos e se defenimos do que é que falamos a sério e a brincar. Ao que é que o Doutor se refere quando diz que eu disse um disparate irreflectido que não quero assumir?

Acusa-me de dar voltas ao texto e é o Doutor que vem dizer que eu olho para o atentado ao pudor como uma coisa de freiras quando eu disse exactamente o contrário. Ora Doutor, eu tinha-o em mais elevada conta. Faça-se o favor de ser diferente da maioria e não venha pôr na minha boca palavras que não disse.

Digo-lhe mais, a minha noção de sociedade é aquela que a prória sociedade me fez o favor de incutir, clear as crystal! A atracção não tem qualquer cabimento na sua definição.

AR - PARTE 2 FINAL disse...

Porém o grande ideário que perfilho, assenta nestas 3 boas verdades que me intiram na 3ª classe (bem feita )e que me fizeram simpatizante CDS (não militante)poucos meses depois do 25 do A:

"Obedece e saberás mandar"


"Manda quem pode, obedece quem deve."

"Se tu soubesses o que custa mandar, gostarias mais de obedecer toda a vida" (E eu que o diga...)

O que tudo sabe disse...

Impõe-se um duelo entre Blimunda e Jorge C., ao cair da noite, com espada. Ou então, uma boa noite de sexo um com o outro, para ver sempre, quem sobrevive.

Blimunda disse...

É evidente que sou acérrima activista do movimento "Peace & Love" por isso descarto categoricamente a primeira opção da arma de duelo. Daí que, meu caro Doutor, considere-se derrotado.

Privada disse...

A minha estrategia é infalivel, o Bloco de Esquerda fala tanto que é impossivel desenterra-lo, vejam, não preciso de fazer nada, já sou vencedor.

Blimunda fazemos tudo em conjunto, é a isso ke se chama coligação

Blimunda disse...

Olha lá ó sócio, isso do "fazemos tudo em conjunto" é um lembrete para o duelo de mais logo à noite?

privada disse...

Conservador? Conservador de que? Tenha vergonha, valha o deus, nos tempos que correm, conservador só se for de caruncho com essa ideias bacocas que o sexo para ser bom tem que ser tantrico.

Voce senhor Deputado, quando teve o poder o que fez, nada, nada ficou impotente perante a situação, apresentou alguma proposta?

Nada senhor Deputado e agora vem aqui, falar ao país, como se entendesse muito de sexo?

Oh senhor deputado faça-me um favor, o senhor nem tem filhos!

privada disse...

Estou com certeza disponivel para um debate saudavel de ideias entre os principais partidos, obviamente que considero que é importante para o país, esse esclarecimento sobre diversas posições a adoptar em casos desses, que variam conforme a propria anatomia dos casos referidos

privada disse...

A candidatura de AR enfim, quer dizer bem, pois, mas a verdade é k toda a gente já está, e repare bem, já está farta de ditados populares.

As leis do universo são muito interessantes, sem duvida que o são, mas o país tem que perceber as prioridades.

O que o meu partido tem feito, é exactamente isso, apostar nas prioridades, repare que nós desde que estamos no poder, temos feito muito pelas prioridades deste país.

E é isso que basicamente me interessa, e tenho a certeza que os portugueses saberão julgar, saberão destinguir.

Peço aos portugueses, mais uma maioria absoluta, um shot de banana, que me estou a sentir sequioso.

Para que o meu governo continue a sua missão , é importante que os portugueses deixem claro, o que é claro, porque as diferenças são visiveis.

Obviamente que enfim , o meu partido, tudo tem feito, o problema é que enfim, Portugal tem problema grave com o sexo, os portugueses fazem sexo 2 vezes por semana.

Repare no enorme disparate. Ainda que jornais populuchos e jornalistas de silicone digam que os portugueses são uns grandes machos, a realidade é que, e o meu partido tem alartado para isso, embora os portugueses só trabelhem 7 horistas, fazem apenas 2 vezes sexo. Tenho as estatisticas.

Ora isso não é produção e é isso que o meu partido tem tentado realçar.

Blimunda disse...

Pssttt Privada, ó Privada, o homem ainda não é deputado pá. É só candidato, não lhe chames deputado que ele pode não gostar e mandar-te f****! Evita pá, evita! Além de que convém sempre dizeres Sr. Doutor Candidato. Vai por mim, que sou batida!

Blimunda disse...

Pois concerteza que isso não é produção e temos que incentivar a produção e manter a mão de obra satisfeita e feliz e devidamente recompensada para que aumente o PIB e consequentemente se traga riqueza ao país. Já para não nos índices populacionais que andam pelas ruas da amargura. É necessário fazer bébés, muitos bébés para produzirem e engrossarem os cofres da Segurança Social.

Blimunda disse...

Falta ali algures a palavra "falar" mas também não faz mal que de falar estamos nós fartos. Pró balão!

Blimunda disse...

E agora vou fazer a cama que ainda não fiz e tenho que a ter esmeradinha para mais logo. Já volto para assinar o manifesto, camarada Privada.

privada disse...

Cara amiga Blimunda se ele não é deputado então é novato , para que raio estamos a perder tempo com ele, amiga? qualquer gaijo pá formado em computadores é um doutor e ninguem lhe chama isso, eu sim, eu sou Engenheiro! E concorro pelo partido mais populoso deste país, sou o simbolo da masturbaçao nacional!

Blimunda disse...

Pois, é novato mas é Doutor. Vou contar-te um segredo em off. Vá, que isto não sirva de pretexto para futuras pressões e tal, ok? Ainda era eu uma estreante nestas andanças bloguistas quando, um dia, na minha santa ingenuidade, dirigi a palavra a um comentador do blogue do Mestre da mesma forma que a todos os outros dirigia e que os outros se dirigiam entre si - pelo nome que aparece no início de cada comentário. Fiquei perplexa quando recebo um feedback de um tal aficionado das touradas (vim a sabê-lo mais tarde e aí compreendi que devia ser hábito dele chamar os bois pelos nomes) me intimou a dirigir-ma à sua pessoa como " Doutor Jorge C.". Como deves calcular sou uma menina bem comportada e obedeço sempre às ordens que me dão. A partir desse dia não mais ousei dirigir-me ao nosso digníssimo candidato marcelisto-conservador sem o "Doutor" atrás do nome. Por isso o alerta: tem cuidado com os nomes que chamas a este nosso adversário. Um qualquer descuido pode ser fatal!

privada disse...

Ok, fazemos assim, tratamos-o por doutor, mas vamos tornar publico o seu aficionamento por touradas e teremos o apoio de todos os verdes e mais uns milhares de jovens.

Assim uma cena dissimulada a meio de um debate depois de ele ter dito umas ou duas coerentes, ou entao falamos para a TVI.


Ta ganho, e mais, dizemos k o tipo tem a mania ke é poeta, ke se junte ao Alegrete, , ah Blimunda ta no papo.

privada disse...

Alem disso gosta de Guns N roses e musicos esquesitos pá, isso não pode ser bom para o país, e cheira me, não é certo mas que copia totil nos exames, vamos gravar um DVD com um amigo a dizer k ele copia, ta feitinho, nunca mais se levanta.

privada disse...

Já sei Blimunda uma coisa do tipo

- Ah o Seu Doutor, esta aí a reprimir a proposta do sexo na Assembleia, olhe que é muita falta de coerencia senhor doutor, para quem aprecia touradas nas praças nacionais, não é senhor doutor,, sexoo no parlamento parece mal, mas touradas, em praça publica o senhor até as apoia.
Ora poupe-nos senhor doutor, deixe-nos trabalhar, o país precisa é de quem trabalhe.

privada disse...

percebes, e depois a nossa bancada toda aplaude e ri, e quando ele responder, nos pomo nos a dar Fives uns aos outros , e depois abanamos o rosto com ar de escarnio, ninguem se vai focar na justificação do tipo, temos é esperar que ele apresente alguma boa proposta, é infalivel

privada disse...

e tbm temos ke pensar o ke é k o tipo poderá saber de nós, tens alguma cena foleira tipo um diploma falso, ou uma nega de 5 a estatistica? é melhor preparamos isso, mas se ele vier com alguma k nos tenha escpado, tu nao dizes, dizes k tas de consciencia tranquilia, e que o so doutor devia ter cuidado com as acusações que faz no parlamento, que não é isso ke lhe vai dar a vitoria, entendes, e depois a gente fala com o Funiano que ele monta ai um disclamer juridico, tas a ver

privada disse...

e espetamos lhe assim com uma espressão do tipo "rendimentos decrescente à escala" e isocusto para melhorar Portugal, k o gaijo nao manja nada fica logo todo passado, temos é ke manter a imagem, vou ver se entre os militantes consigo um acordo com algum importador, para mim vou escolher o Armani, tu vai pensando num tipo akele ke veste a tipa do Obama, e o discurso sempre ponderado e circulante, nao ha hipotese, temos a vida ganha pá, depois vai ser so subornadores

privada disse...

temos é k se calhar preparar um guito po Funiano e po Ar, assim uma cena refundida, pos tipos nao fazerem mt barulho e so dizerem chachada, os tais votos de silencio. Ta ganho Blimunda

Blimunda disse...

Alto que o 100 é meu!

Blimunda disse...

Saphou, trate de me enviar o prémiozinho por lhe lhe inaugurado o centenário! Não seja sumítica que não lhe fica nada bem além de que não vai com o seu tom de pele.

Agora, para o meu querido Privada, eh pá, quem é que disse que a política é coisa para pessoas sisudas? Já me ri à fartazana! Tá ganho, companheiro!

patricia m. disse...

Nossa, ja vi que nao ganhei nenhum partido. Para fazer sentido, quero pegar o BNP - British National Part. Hehehehehe. Aquele que eh contra imigracao. Heheheehhe. Ja deixaram panfletinho la em casa.

jorge c. disse...

British jobs for british people!

mac disse...

Depois não digam que eu não avisei.

Vão ter de recorrer às novelas da TVI, mas não tenho peninha nehuma.

saphou disse...

Patrícia M., estou a tentar que se naturalize portuguesa para lhe atribuir o Bloco de Esquerda. Um grande partido rejeitado por Jorge C. A eleição à garantida, pois que está à frente do partido de Arlinbdo do Rego.

saphada disse...

A Comissão eleitoral declara encerrada a fase de debate. Let the votes begin!
Saphada

saphou disse...

Blimunda e Privada, até estou comovida. Blimunda terá um prémio especial porque pela primeira vez neste blog se fez história em nº de comentários e a Blimunda coube o nº100. Ainda estou a pensar no prémio.

100anos disse...

Proponho-me encabeçar a lista do BE se me deixarem ter, como "treinadora", a Joana Amaral Dias, que é uma das coisas mais "boas" que por lá anda.

saphou disse...

100 anos, considere-se candidato.

pbl disse...

Francamente, Saphou, o POUS?
Eu seu que sou feio, barrigudo, atarracado, escrevo com uma bic cristal, uso um casio digital, calças da feira de Custóias, camisas aos quadrados e botões nos colarinhos, mas, que diabo, não tenho barbas.
O POUS?

Blimunda disse...

Qual let the votes begin qual quê?!!! Não pode! O 100 ainda não apresentou as suas propostas. 100se é por falta de treinadora mais "boa" que não seja por isso. Eu, na qualidade de política auto-suficiente posso sempre emprestar-lhe a minha assessora!

Saphou, este senhor candidadto do POUS não está a querer colar-se ao do PSD? Parece-me, não sei!

Cara moderadora, faça-me o favor de anunciar os resultados do primeiro round do debate de ontem entre o candidato do PAC-Partido da Acção Conservadora e a candidata da ...da quê? Ah, da CDU-Confederação da Diversão Universal.

100anos disse...

Aqui vai o programa sintético do bloco:

À classe operária,
Ao campesinato pobre,
Aos trabalhadores:

Camaradas,
Eis chegada a hora de, como os dedos de uma mão cerrados em punho, cerrarmos fileiras gritando gloriosamente NÃO à dominação de classe que a problemática da panorâmica tem enredado entre nós e não só, também entre terceiros (e até quartos e quintos).
Chegou o momento de acedermos ao poder, por obra e graça dos nossos amigos do PS, que tanto nos têm ajudado e por cuja obra e graça conseguimos crescer até aos 10% do eleitorado que hoje orgulhosamente ostentamos.
Que ninguém diga “desta vez não me vão ao cu” ! Não admitiremos bocas foleiras homofóbicas de quem nunca sentiu as delícias do sexo anal e tal e tal.
Tanto mais que com a previsível aliança com o PS vamos ter um porradão de gays a entrar-nos pela porta dos fundos, digo bem, dos fundos, pois eles são partidários das abordagens traseiras.
Que ninguém diga “desta ganza não fumarei”, pois é assim que começam as cisões do movimento operário unificado.
Que todos fumem ganzas de todos, única forma de a apropriação colectiva dos meios de produção se tornar uma realidade palpável – direi mesmo, apalpável.
O nosso programa, camaradas, é simples:
1. Todo o poder à classe operária, estrategicamente aliada ao campesinato pobre e a todos os explorados e expoliados do capitalismo.
2. Nacionalização da banca nacional (a estrangeira será usada apenas para se fazerem negócios, em especial os das off-shores, em regime confidencial).
3. Acabar com as eleições e substituir os deputados pelos comités de fábrica e de freguesia, exceptuados, evidentemente os 50% + 1 reservados para o partido líder da revolução, exactamente, o nosso.
4. Fazer as necessárias alianças com o PS a fim de colocar no poder o nosso dirigente máximo, Chico Loução.
5. Atribuir portas de madeira ao Miguel, por forma a evitar as odiosas portas de alumínio laminado que infestam o ambiente.
6. Assentar umas valentes bengaladas em todos os traidores da classe operária, vitais ou não, desde que elas possam ser atribuídas aos nossos inimigos de sempre, os estalinistas do PCP.
7. Aguentar a pé firme as moscambilhas que o capital financeiro prepara, para nos explorar ainda mais.

Camaradas,
A vitória está próxima.
A cada traseiro o direito de propriedade resolúvel de todo e qualquer objecto (inclusive órgãos de terceiros) que lá entrar sem protocolo de colaboração.
Hoje dominamos Benavente, amanhã dominaremos o país, depois a Europa.
Hasta la victoria siempre, Patria o murte,
O Povo vencerá !

Blimunda disse...

D E P L O R Á V E L!

privada disse...

Ora caro 100, outra vez com essa???Não, haja paciencia!

Senhor 100, as unicas palavras que tenho para o senhor, é que já chega de festival, o povo já está habituado às vossas intervenções inflamadoras desprovidas de propositos, que não sejam os de denegrir o nosso partido que tanto feito por este país!

Chegas, há que dizer basta, há que deixar trabalhar quem trabalha, senhor 100! Há que dignificar o lugar que ocupa.

Por amor de deus, veja o seu proprio insolito, o senhor esta preocupado com a taxa de analfabetismo na classe operaria?! Não, não porque a v. preocupação é se o PS leva ou não leva no traseiro, de manha e a noite e ao meio-dia.

Ora faça-me um favor, apresente medidas concretas, os senhores, e o seu partido, estão contantemente a boicotar a verdade, o país está farto das vossas camapnha negras.

Apresente propostas senhor 100 propostas, propostas concretas, não lhe adianta tentar arruinar ou denegrir o que o meu partido, o meu dinheiro, a minha equipa tem feito pelo país.

Mentalize-se senhor 100, mentalize-se, não é por aí, garanto-lhe que não é por aí!

privada disse...

E deixem me concluir por favor, 2 minutos, só 2 minutos, senhor deputado dá-me licença, 2 minutos.

Para dizer aqui, porque é preciso dize-lo aqui a todos os portugueses, que apesar de não termos a colaboração da oposição, de estarmos rodeados de mamarrachos, que o PS , o PS, portugueses, podem contar com ele.

O PS portugueses não desiste e não serão as vozes absurdas destas campanhas negras, que só perturbam o nosso maravilhoso trabalho e que pretendem destronar-nos para não fazer nada, que nos farão desistir.

Porque o PS resiste, o PS não desiste e essa é a garantia que temos para os portugueses.


Senhores e senhoras, o PS não desiste! Era isto que queria deixar claro a todos, podem contae com o PS! Sempre!

Muito obrigado

100anos disse...

Cara Blimunda:
E n t e n d i d o !!!(Escusava de BERRAR que eu tenho bom ouvido).
Já vi que daí, nem bom vento nem bom voto.
Paciência – em qq. caso nunca gostei de Saramago, devo mesmo dizer que tenho pena dos putos que são obrigados a estudá-lo como nós estudávamos o Camões.
Caro Privada,
Quer propostas concretas ?
Mas em que mundo vive V. Excia. ?
As campanhas eleitorais não são para fazer propostas, são para angariar dinheiro público e privado para fins dignos, mas hipocritamente designados por inconfessáveis – haverá alguma coisa mais digna do que eu e alguns amigos meus enriquecermos ? E o que é que isso tem de inconfessável ?
As eleições são para agitar as ma$$a$.
Ma$$a$ populares, ma$$a$ Maizena, ma$$a$ de pão, ma$$a$ de pizzas.
Aqui reitero a palavra chave que parece pouco compreendida – ma$$a$ !

Blimunda disse...

Peço perdão pela inconveniente berraria, meu caro 100anos! Mas olhe que ninguém diria que tem bom ouvido, a julgar pela perda de noção do tempo! Deve ser da idade, pois! Meu amigo as ma$$as já se foram! Agora estamos na era dos €ros!

100anos disse...

Eu esclareço os meus silêncios: é que ando numa roda viva de Lisboa-Alentejo, Alentejo-Lisboa, cada viagem envolvendo cerca de 170 Km, além de algumas outras obrigações.
Nos intervalos nem sempre se tem disposição de blogar.
Mas insisto na garantia de que o ouvido é bom.