sábado, 4 de abril de 2009

Sport Lisboa e Benfica (SLB): que rico presidente!

"A justiça portuguesa declarou que alguns podem continuar a agir fora da lei", palavras que acabo de ouvir de Luís Filipe Vieira, o Orelhas, ou Kadafi dos Pneus. Não acreditaria, se não tivesse ouvido.
Num dia em que o Ministério da Justiça proclama accionar o Jornal "Sol" por este ter noticiado que há suspeitas de que o dito Ministério terá pressionado os magistrados que investigam o caso Freeport, pergunto: as afirmações do Presidente do SLB não são um grave caso de polícia?
Por ter um ódiozinho de estimação, o homem não se coíbe de colocar em causa a isenção dos magistrados que julgaram Pinto da Costa, ou seja, a isenção do sistema judicial. E com uma total leviandade trauliteira. Das duas uma: ou o Senhor Orelhas é um palhaço inimputável e o futebol não pode ser levado a sério, portanto, isto é uma piada de mau gosto; ou o homem é um boçal burlesco que entende e quer o que está a dizer, pelo que é imputável, e as suas afirmações são de uma gravidade extrema, tanto mais que milhares de crédulos ignorantes vão acreditar nele.
Neste segundo caso, Luís Filipe Vieira deve ser processado e condenado penalmente. No primeiro caso, deve ser sujeito à medida de segurança de ficar calado em público.
.....
Dois idiotas acabam de apoiar o Senhor Orelhas: Rui Santos, o pseudo-comentador das frases encaracoladas do "Tempo Extra", e Marinho Pinto, o Bastonário trauliteiro. Não seria de esperar outra coisa.

4 comentários:

Funes, o memorioso disse...

O Senhor Orelhas é um palhaço imputável

hashre disse...

Então, pena de prisãoe/ou multa, acrescida da medida acessória de ficar calado em público.

Esse gajo é um fdp disse...

Colocar-lhe um açaime. Já não chegava entrar pela televisão impunemente no meio de um programa de futebol, em que veio dizer um chorrilho de asneiras, agora fez um upgrade para besta quadrada.

amiguinho disse...

Admirável que não venha cá ninguém desancar na Saphou e defender o Orelhas, o Marinho Pinto e o Rui Santos. Cobradolas!
Comigo tá-se, pq concordo e assino por baixo.