quinta-feira, 30 de abril de 2009

Funes, o aldrabão

Convenceu-nos a todos que ia a Samora Correia, lua-de-mel e blá blá blá. Na realidade, foi a Salvaterra de Magos receber das mãos de José Sócgates o diploma, obtido com suf +, no curso de ajudante de trolha, obtido ao fim de três anos e duas reprovações nas Novas Oportunidades. Todos viram, na TVI24, por isso é escusado dizer que é falso. Estava sentado na última fila, tentando disfarçar, mas foi apanhado pela câmara quando o nosso Primeiro Ministro entregou o diploma do 12º ano Senhor João André, de 85 anos. Aliás, só mesmo com magia é que conseguiu passar, a localidade não foi escolhida em vão.
Eu, que sou um génio culinário, inscrevi-me nas Novas Oportunidades e consegui tirar o curso de chefe de cozinha, com mestrado em sopas, consumés e cremes, em seis meses, com sobressaliente cum laude. E tinha o Poder contra mim, já que foi em Sta Comba Dão. A mim, o seu amigo Sócgates não me deu qualquer diploma.

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

O que é espantoso neste post é que eu fui mesmo a Salvaterra de Magos. Fechámos o acordo em Samora Correia e depois fomos ao notário (rectius, à notária) a Salvaterra.
Redescobri a estalagem do gado Bravo em ruínas e a belíssima ermida de Alcamé.
Como é amanhã aparece ou não?
Arlindo do Rego já confirmou a presença.

saphou disse...

Vou à sobremesa. Antes tenho que dar de comer à tropa.