terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Das questões e incompletudes dos 10 Mandamentos

O meu filho descobriu uma falha num dos 10 Mandamentos. Na verdade, afirma-se: "não cobiçarás a mulher do próximo". Mas há uma omissão quanto a cobiçar o marido da "próxima". Podemos? Ou há que preencher a lacuna? Bastará a interpretação extensiva? Parece-me de longe preferível a interpretação literal.

Também falta um 11º mandamento: "não causarás um traumatismo craneano aos teus progenitores". A minha filha ontem caiu-me em cima, literalmente. Trepou a uma prateleira, desequilibrou-se, e apoiou o cotovelo na minha cabeça. Ainda estou sob observação e com uma raiva doentia. Além de parecer uma toupeira porque me partiu os óculos na violência da queda. Não consegui ainda perdoar. O meu corpo de dor não deixa, quero, mas não consigo. Vem-me sempre à cabeça a frase: "negligência também é culpa". O "foi sem querer", não me tira as dores, nem o medo. O meu Eu Universal está nublado.
O Natal está definitivamente arruinado por estas bandas.
Hohoho!

6 comentários:

eug disse...

"Mas há uma omissão quanto a cobiçar o marido da "próxima"."

O "texto sagrado" foi escrito por homens em uma igreja/sociedade/cultura patriarcal...

eug disse...

"O meu Eu Universal está nublado."

Depois das nuvens vem a garoa que lava tudo!

"O Natal está definitivamente arruinado por estas bandas."

Por que deveria?
Um analgésico faria bom efeito!

Blimunda disse...

Também vou pela literal. Quanto às dores, deixe lá que isso passa. Se tivesse sido o pai, aí sim, deveria aplicar-lhe a respectiva pena "por negligência".

ZekezCarvalho disse...

Cá em casa o rebento nãso reconhece a negligência como forma de culpa. "Foi sem querer", ou "não tive a culpa" é para ela a carta de alforria da ilibação (se é que esta palavra existe). Por mais que lhe diga que se me atropelarem quero lá saber se morro ou não cheio de razão, importa-me é que não me atropelem, mesmo que com boas intenções, não consigo passar a mensagem. Acho que é sina desta geração Z (que sucede à geração Y do Privada).Receba a minha solidariedade natalícia pela traulitada e beba uma copo de vodka puro que ajuda a passar(e não só)...

saphou disse...

Zekez, muito agradeço a sua presença e conselho.

saphou disse...

Blimunda, vamos nesssa da literal.

GU, obrigada por todo lo que haces por mi.